O que ou quem gera Estresse

O que ou quem gera Estresse

 

Acredito que todo profissional viveu um ‘momento de estresse’ em sua vida profissional, poderia ousar dizer que esses momentos pode preparar um profissional para ter maior desenvolvimento de seus Soft Skills, naturalmente se tiver como objetivo desenvolver Inteligência Emocional, um ativo muito valioso para qualquer carreira de Sucesso.

 

Saber lidar com os fatos externos com desenvoltura e discernimento é um ativo que em vários setores há carência, diante de tantas variáveis que temos se movimento no mundo, ter flexibilidade para lidar com as adversidades e mudanças é um antídoto para o estresse.

 

Porem muitos colocam a atenção fora e tornam-se reféns dos movimentos externos e das oscilações e na maioria das vezes perdem o foco dos seus reais objetivos, fator pouco eficaz para a atualidade e geração de resultados.

 

Muitos profissionais perguntam, como no meio do turbilhão manter a serenidade que só um “valioso objetivo”pode gerar.

 

Talvez fique produtivo  começar por um ponto que faz com que muito profissionais capazes se percam, tentar responsabilizar aluguem pelo seu estado de estresse é o primeiro fator que te fará prisioneiro da “cegueira emocional”, que na minha opinião ë responsável pelos maiores prejuízos financeiros e de valor de um profissional e de uma empresa.

 

A “cegueira emocional”quer sempre um responsável para que seja procrastinada a  mudança e sinto informar, essa ë a única forma de conhecer a liberdade de um situação limitante, mudar é uma possibilidade considerada habilmente pelos profissionais resilientes e de sucesso sustentável.

 

A mudança que cito aqui é do mindset primeiro, afinal de nada vale mudar de lugar se a mente continua fechada num padrão, o que em 99% dos casos de estresse ë o fator determinante para os desgastes repetitivos.

 

A rigidez no pensar numa sociedade cada vez mais fluida pode gerar muitas colisões, que refletem no corpo e na mente para depois influenciar a inspiração motivacional e os sonhos.

 

Normalmente a rigidez é  desprovida de brilho no olhar, pois está ligada a uma emoção básica chamada medo que é crucial para a “cegueira emocional”, manter as coisas como sempre foram e as vezes vestida com o argumento fechado de que :

Aqui é assim, faz parte do nosso DNA! Nem adianta pensar diferente!

 

Para transformar o estresse em oportunidade, a grande movimentação vem de dentro com o foco no objetivo e com a leitura do cenário onde você está inserido, considerar os movimentos e pessoas é uma ótima forma de libertar-se do estresse, ampliando o mindset.

 

Aqui começa o openmind que também é  a forma de viver as oportunidades da mudança desprendendo -se para construir pelo menos três opções.

 

Os profissionais de sucesso tem no mínimo três alternativas para escolher, sempre!

 

Talvez você ao ler essa minha colocação pense, como assim tenho sempre escolhas?

Tenho que trabalhar “duro “para sobreviver! Escuto por vezes essa frase típica da “cegueira emocional”ser expressa num momento de  fúria infantil, pois  quero lembrar algo magnifico, somos livres para escolher sempre!

 

O que ocorre é que toda escolha é um compromisso que assumimos na liberdade de sermos responsáveis, item valioso dos profissionais que estão fora do grupo que vivem o estresse, os profissionais que escolhem lidam com as situações e gerenciam suas escolhas sem colocar-se como prisioneiro de uma situação.

 

Esse é um poderoso jeito de viver imune ao estresse, assumindo suas escolhas, por exemplo :

Estou aqui no “caos" do presente onde a  organização encontra-se hoje, com o foco  em ofertar o meu melhor para encontrar a solução.

 

Essa frase é de um profissional que no meio de um turbilhão da sua atividade e da organização, me respondeu quando perguntei o que ele fazia para ter sua ação preservada do estresse, considerando que seus pares alegavam ser o fator que impactava o resultado da entrega.

 

Tudo depende do significado que queremos colocar a um fato, obvio que o fato está presente, agora a forma de significar é individual e de acordo com o sistema de crenças que possuímos.

 

Assim o estresse é a forma que um profissional significa uma situação, ele pode dar um peso externo e que é refém ou pode dar um significado que é uma oportunidade de mudar, aprender e pensar de uma outra forma  com outra perspectiva!

 

Márcia Dolores Resende